Arquivo da categoria Informações Gerais

PorJorge Marieiro

A Marieiro Seguros destaca a importância do fim das “letras pequeninas”

Com a entrada em vigor da quarta revisão do regime das cláusulas contratuais gerais, publicada em maio, fica proibido, em absoluto as cláusulas que se encontrem redigidas em tamanho inferior a 11,5 ou 2,5 milímetros, e com um espaçamento entre linhas inferior a 1,15.

Esta medida vem no seguimento das várias alterações que tem sido adotadas nos últimos anos, na defesa do consumidor, como é exemplo o Regulamento Geral da Proteção de Dados.

As alterações não se ficam por aqui. Há outras cláusulas que a partir de agora também estão proibidas, como, por exemplo, a obrigação de provar facto ou afirmação.

A lei prevê ainda que seja criado, por regulamentação do Governo, um sistema de controlo e prevenção de cláusulas abusivas.

Destacamos todas estas medidas com grande satisfação, porque acreditamos que qualquer relação comercial deve-se pautar pela clareza e transparência.

PorJorge Marieiro

Calcule o Valor de Reconstrução da sua Habitação

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) passou a disponibilizar ao público em geral, a partir de 15/03/2021, em https://scrim.apseguradores.pt/simulator, um simulador para o cálculo de custo de reconstrução de imóveis (SCRIM).

A ferramenta em apreço, disponibilizada de forma digital e gratuita, tem como objetivo apoiar os tomadores de seguro na determinação do capital a segurar nas apólices de seguros de Incêndio e Elementos da Natureza e de Multirriscos de habitação, e que corresponde ao custo de reconstrução de imóveis.

A disponibilização do simulador vem responder a uma preocupação partilhada também pelo setor segurador, como é sobejamente sabido, na medida em que o fim da publicação anual das Portarias com o valor de construção para o cálculo da renda condicionada e que serviam de referência, ainda que não vinculativa, para o cálculo do capital a segurar nas apólices de seguros de Incêndio e Elementos da Natureza e de Multirriscos de habitação, tornou premente a criação de um instrumento que servisse de referência para o referido cálculo.

Com base num conjunto de informações a introduzir pelo utilizador – correspondentes à área, qualidade, localização, arquitetura e outros elementos caracterizadores do imóvel – é calculado no momento um valor de referência do custo de reconstrução da habitação, ou seja, o valor que custaria erguer de raiz, depois de totalmente destruído, um imóvel ou fração com um padrão equivalente, contanto que o valor obtido poderá e deverá ser sempre objeto de ajustamento por parte do tomador do seguro no caso da fração ou imóvel apresentar características específicas face a uma habitação padrão equivalente.

Sendo uma ferramenta transparente e de fácil utilização, concebida para ajudar o tomador do seguro a realizar, a partir de um nível de informação relativamente simples, a projeção do valor de reconstrução do imóvel, isto é, o valor do capital seguro. 

Os resultados obtidos através deste simulador são meramente indicativos, e por este motivo, os tomadores não estão obrigados a aceitá-los, cabendo-lhes sempre a responsabilidade de indicar o valor, em concreto, pelo qual pretendem segurar o seu imóvel.

Clique aqui para calcular o valor

PorFilipa Lobo

Seguro Mutualista

Porque a sua saúde é o mais importante, temos condições únicas e diferenciadoras para si.

Não existe limite de idade na adesão nem na permanência, caso tenha um sinistro não existe agravamento, não é necessário um questionário médico nem serão excluídas pessoas com doenças graves ou raras. Para além destas, as doenças pré-existentes ou por malformação congénita também não são uma entrave para a realização do seu seguro de saúde.

Comparticipações pela MGEN que geralmente não excluídas por outras seguradoras

Por diversos motivos algumas seguradoras não cobrem todas as ocorrências como a obesidade mórbida, cuidados paliativos continuados, psicologia, medicinas alternativas, doenças pré-existentes à adesão do seguro, vacinas quando são prescritas pelo médico e ainda tratamentos ou atos médicos por infeção HIV/Sida. Na MGEN tudo isto está seguro.

PorFilipa Lobo

Solução Liberty 7 chaves

Porquê 7 chaves?

Garante os seus bens de uso profissional

Caso tenha materiais de uso profissional na sua habituação, também ficam seguros, até 5000€.

Protege-o mesmo quando está fora da habitação

Se for alvo de roubo fora da habitação, os seus bens ficam garantidos até um montante de 500€ (125€ no caso de dinheiro).

Protege os animais de estimação

Porque todos os animais são imprevisiveis e nunca se sabe quando podem fazer um disparate( ao abrigo da cobertura de Responsabilidade Civil Familiar – Não estão abrangidos os cães de raças perigosas ou potencialmente perigosas).

Em caso de sinistro na habitação ficam garantidos os gastos com lavandaria e restaurante

Se a sua cozinha ou máquina de lavar roupa ficarem inutilizáveis fica garantido o reembolso dos gastos de lavandaria e restaurantes.

Adequado a quem é mais jovem

Com 20 000€ de capital, esta opção é indicada para jovens que compraram ou arrendam a 1ªcasa, ou profissionais que estão deslocados e têm casa arrendada (ex: Professores).

Adequado para as familia

A opção de 35 000€ é indicada para familias jovens, com ou sem crianças pequenas.

Adequado para quem já tem mais património

Com 50 000€ de capital, esta opção é a que melhor serve as familias que já têm um maior património acumulado.

Tabela de todas as coberturas

Coberturas JovemFamiliaFamilia MaisFranquia
Incêndio Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
Tempestades Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
Inundações Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
Aluimento de Terras Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
Danos por Água Conteúdo20.00035.00050.000 5% no mínimo 100
Furto ou Roubo de Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
Furto Simples de Conteúdo500500500 Sem franquia
Furto ou Roubo de Dinheiro500500500 Sem franquia
Roubo Praticado Sobre a Pessoa500500500 Sem franquia
Extensões de Cobertura Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
RC Proprietário/Arrendatário2.0003.5005.000 Sem franquia
Riscos Acessórios Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
Outras Prestações1.2501.2501.250 Sem franquia
Riscos Fora da Habitação2.0003.5005.000 Sem franquia
Arrendamento de Residência Provisória2.0003.5005.000 Sem franquia
Vandalismos e Impactos Conteúdo20.00035.00050.000 Sem franquia
Danos por Calor500500500 Sem franquia
Riscos Elétricos Conteúdo2.0003.5005.000 5% no mínimo 100
Quebra de Vidros Conteúdo2.0003.5005.000 Sem franquia
Uso Fraudulento de Cheques e Cartões500500500 Sem franquia
Responsabilidade Civil Familiar75.00075.00075.000 Sem franquia
Assistência no Lar IncluídaIncluídaIncluída Sem franquia
Proteção Jurídica IncluídaIncluídaIncluída Sem franquia
Bens Refrigerados500500 Sem franquia
Avaria de Equipamentos7501.000 Sem franquia
Prémio Total Anual62,8784,68117,33
Para mais informações contacte: 234 427 856

PorFilipa Lobo

Porquê fazer um seguro de vida?

Seguro de vida

Ao fazer um seguro de vida, a sua família fica protegida perante o seu falecimento mas, e se ficar doente, em que é que este seguro o ajuda?

  • Perante uma invalidez total ou permanente em que a própria pessoa não consegue exercer a actividade profissional ou qualquer outra actividade compatível com a profissão.
  • Perante uma invalidez absoluta e definitiva em que para além de não exercer, fica dependente de terceiros para o exercício das necessidades básicas como comer, vestir,calçar etc…
  • No caso de morte, a sua família receberá o capital contratado, essencial para responder à diminuição de rendimentos provenientes do falecimento da pessoa seguro.

Exemplos reais:

Sexo: Feminino
Idade: 43
Nº Filhos: 2
Estado Civil: Casada
Profissão: Operária Fabril
Capital (indemnização): 25.000€
Coberturas: Morte ou IAD; ITP

Mensalidade: 6,14€
Sexo: Masculino
Idade: 55
Nº Filhos: 1
Estado Civil: Casado
Profissão: Engenheiro Civil
Capital (indemnização): 35.000€
Coberturas: Morte ou IAD; ITP

Mensalidade: 21,96€
Sexo: Masculino
Idade: 48
Nº Filhos: 2
Estado Civil: Solteiro
Profissão: Pintor
Capital (indemnização): 40.000€
Coberturas: Morte ou IAD


Mensalidade: 11,83€
Sexo: Feminino
Idade: 37
Nº Filhos: 1
Estado Civil: Solteira
Profissão: Gestora Comercial
Capital (indemnização): 30.000€
Coberturas: Morte ou IAD; ITP;
DDG (7.500€)

Mensalidade: 6,41€
Coberturas:
Morte ou IAD – falecimento ou perda de autonomia por doença ou acidente que faça a pessoa segura depender de terceiros para o seu dia-a-dia.
ITP – perda de capacidades, por doença ou acidente, que não permita exercer a profissão habitualmente exercida e que, cumulativamente, tenha um grau de invalidez igual ou superior a 65%
DDG – entende-se por doença grave o Cancro, o AVC, a insuficiência renal, o transplante de órgão e a doença coronária que exija intervenção cirúrgica.

Estes exemplos são baseados numa oferta da seguradora Liberty Seguros, com pressupostos de uma pessoa saudável, sem patologias associadas, sujeito a análise individual. Não dispensa a leitura das condições contratuais e pré-contratuais legalmente exigidas.

Seguro de vida crédito habitação

A apólice do crédito habitação é habitualmente obrigatória para quem solicita um crédito habitação e garante que o valor em dívida ao banco é saldado com a morte de um dos titulares do crédito .

PorJorge Marieiro

5 medidas temporárias para resgatar o seu PPR

Medidas Excepcionais para levantamento do PPR

Antes de iniciar a leitura do nosso artigo, gostaria de dar os parabéns a todos os aforradores, que foram constituindo a sua poupança e que neste momento vêem a sua posição financeira reforçada.

Os tempos mudaram definitivamente e não sabemos quanto tempo nos vamos manter em alerta, preocupados com os contágios e com outras coisas demais.

O levantamento dos PPR foi umas das medidas de carácter excepcional e temporário requerido pela nossa Associação (APROSE).

Assim, por força da publicação da Lei n.º 7/2020, de 10 de abril ficaram estabelecidos regimes excepcionais e temporários de resposta à epidemia SARS-CoV-2 e passou a permitir o resgate do valor dos Planos de Poupança Reforma (PPR), sem prejuízo das já legalmente possíveis e enquanto vigorar o estado de emergência, nas seguintes situações alternativas (não cumulativas):

5 medidas excepcionais

  • O participante no PPR ou um dos membros do seu agregado familiar esteja em situação de isolamento profilático ou de doença ou prestem assistência a filhos ou netos;
  • O participante no PPR ou um dos membros do seu agregado familiar tenha sido colocado em redução do período normal de trabalho ou em suspensão do contrato de trabalho, em virtude de crise empresarial;
  • O participante no PPR ou um dos membros do seu agregado familiar esteja em situação de desemprego registado no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP);
  • O participante no PPR ou um dos membros do seu agregado familiar seja elegível para o apoio extraordinário à redução da atividade económica de trabalhador independente;
  • O participante no PPR ou um dos membros do seu agregado familiar seja trabalhador de entidades cujo estabelecimento ou atividade tenha sido objeto de encerramento determinado durante o período de estado de emergência.

Nas situações de resgate agora aprovadas, o participante no PPR poderá requerer o reembolso do valor aplicado até ao limite mensal do indexante dos apoios sociais (IAS) – fixado em 2020 em € 438,81 – sem que haja lugar à perda dos benefícios fiscais, no pressuposto de que os PPR tenham sido subscritos até 31 de março de 2020.

Partilhe esta informação

PorJorge Marieiro

9 dicas para manter a sua Sanidade Mental

Mantenha-se saudável com as nossas dicas

Estar em casa neste período de confinamento poderá elevar (em demasia) os seus níveis de ansiedade, através das incertezas e do medo. É normal mas vamos lhe deixar 9 dicas para combater esses efeitos.

Dica nº 1 – Cumpra as rotinas

Deve manter os horários que tinha, antes do confinamento. Levantar-se, tomar banho, vestir-se, tomar o pequeno-almoço, etc.

Dica nº 2 – Defina quanto tempo dedica às notícias

Estar com a televisão ligada a ouvir durante 7 ou 8 horas sobre os números da pandemia, o nº de pessoas infectadas ou a mortalidade, não é bom para si. Se realmente tem interesse nesta matéria, dedique 10 a 15 minutos do seu dia para ficar dos acontecimentos. Lembre-se que a televisão e a internet apenas vão repetir, vezes sem conta, aquilo que já sabe.

Dica nº3 – Mantenha o contacto com Família, Amigos e Clientes

É muito importante, nesta altura, manter os laços que o ligam a outras pessoas. Seja qual for o quadrante, use e abuse das novas tecnologias para dar um Olá e saber se está tudo bem. Se calhar, alguém precisa de uma ajuda para receber os alimentos ou medicamentos a casa.

Dica nº 4 – Não tenha Medo!

Não ter medo. Se cumprir todas as medidas de segurança e não facilitar, nada lhe acontecerá. O contágio é apenas pelas vias respiratórias, portanto, estar ao lado de pessoas não será sinal que vai ficar infectado desde que tenha cumprido todas as regras.

Dica nº 5 – Faça a sua parte

Todos os dias vemos nas Redes Sociais fotografias de espaços publicos com algumas pessoas, que aos olhos de uns cidadãos, está tudo bem enquanto que aos olhos de outros, salta a indignação e comentários desrespeitosos.

Concordarmos que há muitos sítios onde as regras não são cumpridas mas noutros, tal como parques grandes com uma dúzia de pessoas, que passeiam em família ou com os seus animais de estimação, não nos parece que haja algo de errado. Faça a sua parte. Proteja a sua família.

Dica nº 6 – Evite aglomerados nos correios, supermercados ou padarias

Nestes sítios temos visto, a algumas horas do dia, concentração de pessoas, muitas delas sem máscara, sem luvas e a conversaram a poucos centímetros uns dos outros.

Use os equipamentos de proteção individual a vá a horas de menor aglomeração.

Dica nº 7 – Brinque com os seus filhos

Num período sem infantário ou com aulas por tele-escola (a partir de 20/4), dedique o tempo que habitualmente não tem disponível para eles. Puxe pela criatividade do seu filho. Incentive-o a desenhar, pintar ou contar uma historia.

Brinque à apanhada ou às escondidas com eles. Faça jogos de tabuleiro ou online. Peça também para a ajudarem na cozinha, explicando-lhes a importância de cada alimento.

Dica nº 8 – Caminhe ou Treine

Faça pequenos passeios ou treine nas redondezas da sua casa, sozinho ou a pares. Mantenha o distanciamento social e leve uma máscara de reserva para algum imprevisto.

Dica nº 9 – Ponha a leitura em dia

É uma excelente oportunidade para ler aquele livro e comprou e nunca iniciou ou reler aquele que iniciou e não terminou. Aproveite a leitura para conhecer rever a ortografias e conhecer novas palavras.

São estas as dicas que queríamos partilhar consigo e reforçamos a nossa disponibilidade para apoiar a população em geral. Use os nossos contactos e fale connosco. Há solução para quase tudo.

PorJorge Marieiro

Feliz Páscoa’21, com Marieiro Seguros

Passou um ano e continuamos a viver tempos que nos limitam a livre circulação e que continuam a manter alguns negócios fechados, outros meio-abertos, com limitações à permanência de clientes nas instalações e ainda aqueles que não param para que nada falte.

Volvidos 1 ano, nas nossas instalações foram adotadas todas as medidas de prevenção. Temos um separador/barreira física que nos permite fazer o atendimento presencial com toda a segurança, dotámo-nos de viseira, álcool para limpar as mãos e para limpar as superfícies sujeitas a toque.

Todas as normas têm sido escrupulosamente respeitadas para que nós e os nossos clientes sintam que estão num local seguro.

Por essa razão, consulte o nosso horário e visite-nos. Se preferir, ligue primeiro para prepararmos tudo para o receber.

Nesta Páscoa, os portugueses estão confinados ao concelho de residência, exceto por motivos de saúde ou trabalho, até ao dia 5 de abril.

As medidas de limitação à circulação no período da Páscoa enquadram-se no decreto do Governo de renovação do estado de emergência no país.

Muito importante!
Quem trabalhar fora do concelho de residência deve munir-se, neste período, de uma declaração escrita da entidade empregadora para fazer as deslocações, mesmo que circule de transportes públicos
.

Desejamos-lhe uma Feliz Páscoa.

Jorge Marieiro


PorJorge Marieiro

Nova Plataforma para pedir Simulações

Os tempos que vivemos são tempos de mudança e nós não somos excepção. Reformulámos a forma como nos pode pedir simulações.

O que é que mudou?

Sabemos que as Empresas são feitas pelas pessoas que lá trabalham e que têm necessidades diferentes, caso procure um seguro em nome Particular ou da Empresas.

Tem agora 2 formulários distintos:

Empresas | Particulares

Navegação mais apelativa

Também criámos múltiplas imagens para cada produto que comercializamos, com uma imagem relacionada com o ramo de seguro e o nome

São mudanças que nos preparam para o futuro, cada vez mais digital e, que simultaneamente, nos aproximam. A todos.

Obrigado.
Jorge Marieiro


PorJorge Marieiro

Profissionais do Ramo Automóvel, temos condições exclusivas para Si

Reforçamos a nossa Oferta empresarial com a apresentação de seguros fundamentais para o desenvolvimento da actividade económica dos Profissionais/Empresas do ramo automóvel que são, na sua grande maioria, as:

Oficinas de reparação

Stands/Concessionários

Veja as páginas dos seguro de:

Seguro de Carta/Garagista

Responsabilidade Civil Ambiental

Temos condições exclusivas para si. Clique no botão abaixo e peça-nos uma simulação


%d bloggers like this: